Manter Juazeiro limpa e conscientizar a população sobre o descarte correto do lixo é prioridade para prefeitura

Início Manter Juazeiro limpa e conscientizar a população sobre o descarte correto do lixo é prioridade para prefeitura

Manter a cidade limpa e conscientizar a população a fazer o descarte correto do seu lixo, tem sido prioridade para a gestão Suzana Ramos. A Prefeitura de Juazeiro, através do SAAE, já retirou de diversos pontos da cidade, só este ano, em média 30 mil toneladas de resíduos sólidos.

“O bem-estar das pessoas depende também dessa limpeza, e ela começa com a colaboração de cada cidadão, fazendo a sua parte. Trabalhamos de segunda a sexta-feira em horário comercial, e  seguimos uma rota. A população tem contribuído, ligando para a nossa equipe, sendo um agente fiscalizador no seu bairro, porém, ainda precisamos melhorar bastante no quesito: jogar o lixo no lixo!”, enfatiza a diretora-presidente do SAAE, Josilene Alixandre.

Durante esses nove meses de governo já foram restauradas mais de 200 lixeiras de passeios públicos da cidade, feitas lixeiras grandes, as quais foram colocadas em diversos pontos da cidade, que também receberam mais de 70 novas lixeiras, além de mais de 40  tambores. Diariamente, sacos são colocados nessas lixeiras e recolhidos após o descarte de materiais, mantendo a cidade mais organizada.

“As melhorias têm chegado nos quatro cantos da cidade. Exemplo disso é a Ilha do  Rodeadouro e a Ilha do Fogo, que recentemente receberam as nossas equipes para uma maior conscientização sobre o meio ambiente, também com os barraqueiros das localidades. Contribuindo com o meio ambiente, o SAAE também dá suporte à cooperativa de catadores de materiais recicláveis, a única aqui em Juazeiro, a Cooperfitz. Nossa parceria tem sido de grande importância. Dispomos de uma funcionária que os orienta na parte de logística, e também na parte social. A parceria ainda inclui, um caminhão e combustível, para o transporte dos recicláveis”, finaliza a diretora-presidente do SAAE, Josilene Alixandre.

Texto: Fabíolla Paiva – Ascom/SAAE/PMJ

Compartilhar