Prefeitura de Juazeiro avança em obras de reforma da Policlínica Municipal

Início Prefeitura de Juazeiro avança em obras de reforma da Policlínica Municipal

A reforma da Policlínica Municipal de Juazeiro está a todo vapor. A empresa de engenharia contratada pela Prefeitura Municipal para a reforma do prédio começou a fase de demolição das paredes internas da estrutura.

Há cerca de 20 dias, a prefeita Suzana Ramos assinou a ordem de serviço para a reforma do prédio, que fica na orla da cidade e terá um novo padrão de atendimento à população, oferecendo exames e consultas na assistência especializada à saúde.

“A preocupação da prefeita Suzana é oferecer na Policlínica Municipal um atendimento de maior qualidade, especialmente à saúde da mulher. Por isso, nós vamos dispor de equipamentos para exames de mamografia, ultrassonografia e raio-X”, ressaltou o secretário de Saúde de Juazeiro, Fernando Costa.

(Foto: Marcel Cordeiro/PMJ)

A obra

A previsão para a conclusão da reforma é de oito meses. Segundo o secretário de Obras de Juazeiro, Anderson Freire, o cronograma deste início dos trabalhos está sendo seguido. “Nós estamos avaliando a parte do telhado, se vai precisar ser retirado nessa fase de demolição da alvenaria. O trabalho continua sendo realizado dentro do cronograma previsto”, ressaltou Anderson.

Nova Policlínica

Com  investimento de R$ 900 mil para a parte estrutural da unidade. O recurso é oferecido pela Faculdade Estácio de Sá em Juazeiro, por meio do Contrato Organizativo de Ação Pública Ensino-Saúde (COAPES). A parceria possibilita a integração entre ensino e serviço na área da atenção básica.

 A Policlínica Municipal terá um novo padrão,  para que tanto os profissionais quanto a população possam ser melhor atendidos. Com salas para ambulatórios, salas para exames como endoscopia, mamografia, ultrassonografia e colonoscopia, a construção ocupará uma área de 600 metros quadrados.

Desde o ano de 2019 a Policlínica Municipal funciona no prédio do Centro Regional de Prevenção, Reabilitação e Inclusão Social (CERPRIS), no bairro Santo Antônio.

Texto: Maria Lima – Ascom/Sesau/PMJ

Compartilhar